Duas coisas precisam acontecer na vida de toda pessoa que se converte a Cristo: SER e FAZER Discipulos! E esse processo é simples e pode ser resumido em uma vida comprometida com POCES.


Proclamação – Todo discípulo é um missionário, tem a missão de proclamar o evangelho a toda criatura. A proclamação do evangelho é responsabilidade e obrigação de todo cristão. Não cumprir essa grande comissão é viver uma grande omissão.


Oração – É indispensável a prática da oração na vida normal de quem já é discípulo e no processo de pregar o evangelho e fazer novos discípulos. A oração é fator primordial e indispensável na vida de todo filho de Deus. Antes de tudo orar!


Comunhão – Essa realidade levará a pessoa convertida e batizada, a estabelecer laços de relacionamentos firmes com a igreja, e a conduzirá por um caminho bom e agradável de união com sua nova família. Nessa realidade cada discípulo estará vinculado pelo auxílio das juntas e ligamentos que une cada membro formando um corpo, onde Deus ordena bênção e vida.


Ensino – Aqui o ciclo é dinâmico e ordenado. Cada discípulo será formado e formará outros discípulos por meio da transmissão do conselho de Deus, a doutrina do Reino de Deus. É nessa realidade que cada discípulo é ensinado sobre toda vontade de Deus, para toda a vida dele. Cada discípulo será levado a não só aprender, mas a guardar todas as coisas que Jesus ordenou.


Serviço – Não se pode ser e fazer discípulo sem servir. Todo discípulo autênticoé um servo. Servir é dar, fazer. O discípulo precisa servir à família, à igreja, ao próximo. Servir é fazer tudo que vier a mão com o melhor das forças. No que se refere ao serviço, todo discípulo precisa escolher o melhor; e segundo a cultura do reino de Deus, mais bem-aventurado é dar do que receber.


POCES é o ciclo que resultará no ser e fazer discípulos. É simples assim. Precisamos progredir em POCES em basicamente 4 níveis: Como Pessoa – na família – na igreja na casa – como congregação.


Que o Senhor e dono da igreja nos ajude a crescer em POCES!!!